Pular para o conteúdo principal

METAIS TÓXICOS : CAUSAS DE INTOXICAÇÃO,SINTOMAS E TRATAMENTO

Metais Tóxicos: Causas de Intoxicação, Sintomas e Tratamento

Metais Tóxicos: Causas De Intoxicação, Sintomas E Tratamento

Você sabia que 10% da população acima de 15 anos contém em seu organismo algum tipo de metal tóxico em níveis prejudiciais?




E que esse número aumenta para 60% quando analisamos a população acima de 30 anos?
Pois é, esse número aumenta ainda mais no caso da população acima de 50 anos de idade: 90%!
Os metais mais comuns em casos de intoxicação são o alumínio, chumbo, mercúrio, cádmio, bismuto e níquel.
Eles estão presentes na maioria dos alimentos industrializados, agrotóxicos, pesticidas, inseticidas, cosméticos e utensílios domésticos.
A presença desses metais no organismo desestabiliza a captação do zinco, do cobre e do magnésio, e consequentemente do ferro, criando assim uma série de distúrbios, pois é o ferro que ajuda a levar o oxigênio na corrente sanguínea.
Os metais tóxicos atacam principalmente o cérebro, a medula e os processos renal e hepático, causando debilidades nos sistemas nervoso e endócrino.
Como o equilíbrio desses dois sistemas é essencial para a saúde, pode estar aí a causa de muitas doenças.
Sintomas como dores de cabeça, falta de memória, insônia, alergias, cansaço, irritabilidade, fraqueza, queda anormal de cabelo, dificuldade de audição e de olfato podem ter origem nos metais tóxicos.
Se você sofre com algum desses sintomas, você pode estar intoxicado.
O diagnóstico pode ser feito através da Biorressonância, técnica 40 mil vezes mais sensível que a ressonância magnética, não invasiva e nem radioativa.
De acordo com a Terapeuta Ortobiomolecular, Kellen Calixto da Clínica Haya,  existem formas eficazes para se desintoxicar, entre elas estão os compostos frequenciais, a biorregulação e a hidrozonioterapia.
Esses métodos são baseados na Terapia Quântica, que permite detectar e tratar as causas dos desequilíbrios do organismo.

Fonte:http://www.vidaplenaebemestar.com.br/bem-estar/saude-bem-estar/metais-toxicos-causas-de-intoxicacao-sintomas-e-tratamento

O Que É Ozonioterapia?


A Ozonioterapia é o uso do ozônio medicinal para tratamento e prevenção de doenças.
O ozônio é um gás formado por 3 moléculas de oxigênio (O3), existente na atmosfera.
É uma forma alotrópica do oxigênio, um gás muito instável que reage rapidamente decompondo-se em contato com várias substâncias.
“O ozônio tem uma ação antioxidante potente”, destaca a Dra. Cyntia Risia, da Clínica Haya.
Ao entrar em contato com os líquidos presentes nos tecidos e mucosas do corpo o ozônio reage formando moléculas que irão desencadear várias reações bioquímicas no organismo gerando os seguintes efeitos:
– Regulação do sistema antioxidante;
– Regulação do metabolismo;
– Modulação do sistema imunológico;
– Melhora no metabolismo do oxigênio ( ou seja, aumenta a oxigenação);
– Melhora no funcionamento das hemácias (glóbulos vermelhos do sangue) melhorando consequentemente a circulação sanguínea;
– Tem ação germicida de amplo espectro:
* Bactericida (combate bactérias) com a vantagem de não ocorrer resistência bacteriana.
* Virustático / Virucida (combate vírus).
* Fungicida (combate fungos)
São muitas as aplicações do ozônio, desde seu uso na indústria com tratamento de ar, água e efluentes, a uso domiciliar com tratamento de água e conservação de alimentos.
O uso medicinal do ozônio é amplo, por isso a ozonioterapia é eficaz em várias doenças:
– Inflamatórias;
– Infecciosas;
– Neurodegenerativas;
– Câncer;
– Infecções por vírus: HIV, Herpes, Hepatites B e C;
– Cardiovasculares.
O ozônio pode ser aplicado por diferentes vias, como insuflação retal, aplicação intra articular, aplicação intramuscular, aplicação tópica com óleo ou água ozonizada, insuflação vesical (na bexiga), ou ainda associado a hemoterapia.
A escolha da via de aplicação mais adequada é feita após uma avaliação pelo médico, de acordo com a doença a ser tratada e as condições de saúde do paciente.

Fonte:http://www.vidaplenaebemestar.com.br/bem-estar/saude-bem-estar/o-que-e-ozonioterapia

Postagens mais visitadas deste blog

O QUE É STRESS OXIDATIVO ?

O QUE É STRESS OXIDATIVO ?

Ostress oxidativoé uma condição biológica em que ocorre desequilíbrio entre a produção deespécies reativas de oxigénioe a sua desintoxicação através de sistemas biológicos que as removam ou reparem os danos por elas causados. Todos os organismos vivos possuem um ambiente intracelularde naturezaredutora, existindo um equilíbrio entre as formas oxidada e reduzida demoléculascomo oNADH, equilíbrio esse mantido porenzimasà custa de energiametabólica. Perturbações neste equilíbrio redox podem provocar a produção deperóxidoseradicais livresque danificam todos os componentes celulares, incluindoproteínas,lípidiose oADN. Em humanos, o stress oxidativo encontra-se ligado a diversas doenças, como aaterosclerose, adoença de Parkinsone adoença de Alzheimer. As espécies reactivas de oxigénio também podem agir de forma benéfica ao organismo, quando usadas pelosistema imunitáriopara atacar e aniquilaragentes patogénicosou quando atuam como moléculas mensageiras em vias desin…

O QUE É ANTIOXIDANTE - ALIMENTOS E SUPLEMENTOS

O Que é Antioxidante – Alimentos e Suplementos
Sempre ouvimos falar que devemos consumir mais antioxidantes porque eles fazem bem à saúde e previnem doenças, mas será que todos sabem o que é antioxidante? E onde podemos encontrá-los? Os antioxidantes são substâncias que desempenham diversas funções no organismo, entre elas ajudar a prevenir o envelhecimento precoce e manter a saúde de nossas células. Nosso corpo produz grande parte dos antioxidantes necessários para seu funcionamento, mas às vezes alguns fatores externos exigem uma quantidade maior de antioxidantes, que devem ser obtidos da dieta. Frutas, verduras e legumes frescos sem resíduos de agrotóxicos são ricos em antioxidantes, e devem fazer parte de uma dieta para minimizar os efeitos dos radicais livres. Vamos então saber o que é antioxidante e porque devemos acrescentá-lo em nossa alimentação. Substâncias antioxidantes O próprio nome já nos ajuda a compreender a função do antioxidante: combater a oxidação que ocorre em noss…