Pular para o conteúdo principal

OS METAIS TÓXICOS EM AUTISMO E TDHA

metais e autismo

OS METAIS TÓXICOS EM AUTISMO E TDHA

Em diferentes debates científicos sobre o autismo e meios de comunicação, se tem falado de uma epidemia dentro do espectro autista. Podemos encontrar uma criança autista nascendo a cada 3 horas, segundo relatos no estado da Califórnia.
O que está acontecendo?
Uma das respostas mais fortes, dadas pelos cientistas, é que o risco ambiental nesta doença é igual ao risco genético.
Ao se falar em risco ambiental, devemos considerar 3 aspectos principais:
1- uso indiscriminado de antibióticos;
2- Vacinas múltiplas;
3- Contaminação química: Metais pesados e outros contaminantes
O que são metais pesados?
São metais de alto peso molecular que entram no organismo por inalação, ingestão ou exposição cutânea. São bioacomulados, que se podem unir a moléculas dentro do organismo e por serem de difícil excreção, vão passando através da cadeia alimentar; e quando os metais entram e se acumulam nos tecidos do organismo, mais rápido do que o organismo pode excretar, é criado um estado de intoxicação desenvolvendo assim danos aos tecidos e células nervosas.
Com certeza, estamos expostos aos metais pesados, mas a fragilidade nas crianças autistas e TDHA, são maiores, mas por que é tão alta?
Podemos citar diversos fatores :
Sistema imunológico comprometidos
Existem danos nas vias de detoxificação
Bio-acumulação de toxinas multiplas ( amalgámas dentárias.. )
Alta exposição ( vacinas, pintura de unha -esmalte…)
Exposição em fases críticas ao nascimento( pre e pos natal)
Como saber se seu filho tem intoxicação com metais?
Existem muitas possíveis manifestações, porém é difícil reconhecer pela simples observação, pois se requer uma analise de metais no cabelo. Exame que comprova estes contaminantes, principalmente o mércurio, alumínio, chumbo, cobre.
Estas intoxicações, se expressam em grande quantidade no comportamento dentro do espectro autista.
Como podemos eliminar os metais pesados?
Através de uma técnica chamada quelação, que consiste na remoção por meio de um quelante (íon químico) , fazendo com que estes, sejam excretados na urina e nas fezes.
A quelação do Mércurio, como todos os outros são feitos através de um longo período, mas, com um tratamento nutricional e médico, podemos notar melhora na atenção, linguagem e motricidade, a fase do tratamento.
Os metais pesados e suas fontes principais de intoxicação, estão descritos na tabela abaixo:
Metal tóxico
Fontes principais
Alumínio (não é metal pesado)
Latas, utensilios de cozinha, antitranspirantes, antiácidos
Antimônio
Usado en pijamas, sabão, tendas resistentes ao fogo. Produtos antiparasitários
Arsênico
Como arsenato de cobre em conservadores de madeira para jogos infantis. fumaça de cigarro
Cádmio
Pigmentos, pinturas, pilhas recarregáveis
Níquel
Botões,zippers, instrumentos odontológicos. fumaça de cigarro
Estanho
Pastas de dentes, pinturas corrosivas de embarcações marinhas provocando intoxicação de peixes e mariscos
Chumbo
Altamente tóxico!: provoca dano cerebral e do sistema nervoso..
Pinturas, combustão de hidrocarburadores. Água em tubo de chumbo (parte hídrica em construções antigas )
Mercúrio
Altamente Tóxico! Tanto a forma inorgânica como orgânica .
Pode cruzar a placenta e penetrar no cérebro do embrião provocando dano cerebral severo.
Mercúrio inorgânico: minério, incineração de dejetos médicos. Atividades industriais.
Mercúrio orgânico: Consumo de salmão, atum, Amalgamas dentárias da gestante que passa para o feto.
Etilmercurio como conservante em vacinas principalmente múltiplas.
É importante assistência de profissionais como médicos e nutricionistas, para o tratamento daquelação e também para uma dieta sem glúten e caseína.
Fonte:http://autismo.nutricao.inf.br/tag/metais-atravessam-placenta/

Postagens mais visitadas deste blog

O QUE É STRESS OXIDATIVO ?

Ostress oxidativoé uma condição biológica em que ocorre desequilíbrio entre a produção deespécies reativas de oxigénioe a sua desintoxicação através de sistemas biológicos que as removam ou reparem os danos por elas causados. Todos os organismos vivos possuem um ambiente intracelularde naturezaredutora, existindo um equilíbrio entre as formas oxidada e reduzida demoléculascomo oNADH, equilíbrio esse mantido porenzimasà custa de energiametabólica. Perturbações neste equilíbrio redox podem provocar a produção deperóxidoseradicais livresque danificam todos os componentes celulares, incluindoproteínas,lípidiose oADN. Em humanos, o stress oxidativo encontra-se ligado a diversas doenças, como aaterosclerose, adoença de Parkinsone adoença de Alzheimer. As espécies reactivas de oxigénio também podem agir de forma benéfica ao organismo, quando usadas pelosistema imunitáriopara atacar e aniquilaragentes patogénicosou quando atuam como moléculas mensageiras em vias desinalização celular(também de…

O QUE É ANTIOXIDANTE - ALIMENTOS E SUPLEMENTOS

O Que é Antioxidante – Alimentos e Suplementos Sempre ouvimos falar que devemos consumir mais antioxidantes porque eles fazem bem à saúde e previnem doenças, mas será que todos sabem o que é antioxidante? E onde podemos encontrá-los? Os antioxidantes são substâncias que desempenham diversas funções no organismo, entre elas ajudar a prevenir o envelhecimento precoce e manter a saúde de nossas células. Nosso corpo produz grande parte dos antioxidantes necessários para seu funcionamento, mas às vezes alguns fatores externos exigem uma quantidade maior de antioxidantes, que devem ser obtidos da dieta. Frutas, verduras e legumes frescos sem resíduos de agrotóxicos são ricos em antioxidantes, e devem fazer parte de uma dieta para minimizar os efeitos dos radicais livres. Vamos então saber o que é antioxidante e porque devemos acrescentá-lo em nossa alimentação. Substâncias antioxidantes O próprio nome já nos ajuda a compreender a função do antioxidante: combater a oxidação que ocorre em nos…

O QUE SÃO RADICAIS LIVRES E COMO COMBATÊ-LOS ?

O Que São Radicais Livres? Muito se fala sobre radicais livres atualmente, principalmente no que diz respeito às doenças que eles podem causar, entre elas o câncer. Embora muito se fale sobre eles, o foco principal está na maioria das vezes em como combatê-los, o que nos deixa sem saber o que são radicais livres exatamente e como eles prejudicam nossas células e nossa saúde. Se você quer saber o que são radicais livres, continue lendo. O que são Radicais Livres exatamente? Para se explicar o que são radicais livres, é preciso entrar na área da química. Átomos são partículas que consistem de um núcleo, prótons, elétrons e nêutrons. O número de prótons, que são as partículas com carga positiva, determina o número de elétrons, que são as partículas com carga negativa. São os elétrons que se envolvem nas reações químicas e que formam ligações com outros átomos para criar moléculas.
Os radicais livres são átomos que possuem um número ímpar de elétrons e que são formados quando o oxigênio in…